Pigmentos para micropigmentação - Tipos, aplicações e características

pigmentos para micropigmentação tipos, aplicações e características
A escolha do pigmento pode fazer toda a diferença

Gente, este texto tem como objetivo esclarecer quais são os tipos de pigmentos para micropigmentação mais utilizados no mercado, suas características, indicações e quais eu utilizo no meu estúdio. O objetivo é informar a vocês, clientes e interessados no microblanding, o que eu conheço sobre pigmentos para ajudar a vocês, com conhecimento técnico, na hora de contratar um profissional. Espero que gostem!

TIPOS DE PIGMENTO PARA MICROPIGMENTAÇÃO

Assim como outros produtos do ramo da beleza e estética, o pigmento para micropigmentação também possui uma grande quantidade de tipos e marcas. Alguns apresentam bons resultados na técnica com dermógrafo outros são melhores para a técnica com Tebori (minha especialidade). Pode parecer um pouco confuso mas vou descomplicar afirmando que os pigmentos mais utilizados são os orgânicos e os inorgânicos.

PIGMENTO ORGÂNICO

O pigmento orgânico tem esse nome porque é produzido a partir de vegetais, como plantas, ou origem animal como a lã. O pigmento orgânico possui ampla oferta de cores e é muito utilizado na micropigmentação de lábios por sua característica de proporcionar intensidade de cores e a já mencionada oferta de cores.

Os ponto negativos que detectei no uso dos pigmentos orgânicos é que quando vem chegando a época de refazer a micropigmentação, que dura aproximadamente 1 ano, a cor pode sofrer variações de tonalidade, outro ponto é que por se tratar de uma quantidade de elementos muito extensa a possibilidade de uma reação alérgica ao pigmento é também maior que no pigmento inorgânico.

PIGMENTO INORGÂNICO

O pigmento inorgânico é produzido à partir de minerais, sendo o óxido de ferro o mais utilizado. Este tipo de pigmento não se apresenta com a vasta possibilidade de tonalidades como o orgânico mas por sua vez trata-se de um pigmento muito mais estável e segura que os orgânicos. Essa estabilidade se dá porque esse mineral não reagem a ação do organismo o que significa na prática poucas chances de oscilação de tonalidade e de reação alérgica ao pigmento como pode acontecer com os orgânicos.

PIGMENTOS NO MEU ESTÚDIO

Como mencionei anteriormente já fiz uso de pigmentos orgânicos e tive problemas com a mudança de tonalidade do pigmento e desde então tenho me dedicado e me aperfeiçoado na técnica de Microblanding com Tebori exclusivamente com pigmentos inorgânicos, importados, da SoftTap, conjunto esse que me proporciona a possibilidade de entregar trabalhos com fios realistas que ficam tão naturais que as pessoas nem percebem que há uma micropigmentação na sobrancelhas das minhas clientes. Todo esse resultado com o bônus de não me preocupar com oscilações de tonalidades.

Aproveite para visitar a seção de PORTFOLIO (Clique aqui) e veja o ANTES E DEPOIS de trabalhos registrados em fotos e vídeos.